Curso Conteúdos Saiba Mais


Índice

Capítulo 5 – Os filtros e obstáculos


Os filtros na escola


O sistema educacional tem filtros com dois objetivos principais:

   - incentivar o aluno a se esforçar pra atingir um nível de qualidade.

   - selecionar ou retirar um aluno do sistema quando ele atinge ou não atinge um nível de qualidade acadêmica.

Durante a escola, as avaliações dos alunos seguem aqueles 3 ciclos de tempo que falamos antes: bimestre/trimestre, série e formatura. Quanto maior é o horizonte de tempo, mais importante é o filtro dentro do sistema.

As provas e testes a cada bimestre são pequenos filtros aplicados centenas de vezes ao longo da escola. A possibilidade de repetir a uma série é um filtro mais amplo, que só acontece uma vez por ano. O objetivo das provas, testes e repetências é incentivar os alunos a se esforçarem, mas a ideia não é que aluno saia da escola se não conseguir.

Por último, tem o grande filtro mais abrangente de todos, o vestibular, cuja proposta é medir o seu desempenho ao longo de toda a escola, ou seja, é resumir sua performance acadêmica de 12 anos.

Na maioria do tempo ao longo da escola, as provas e testes incentivam o esforço dos alunos com a intenção de ajudá-los a aumentarem seu conhecimento. Mas no momento específico da saída da escola, o filtro do vestibular, além de incentivar os estudos, tem uma função nova e diferente das provas e testes: selecionar os alunos que atingiram certo nível de qualidade acadêmica e, consequentemente, retirar do sistema os que não atingiram. Obviamente os alunos podem refazer o vestibular, mas em relação ao ano específico em que não foram aprovados, eles foram retirados do caminho planejado pelo sistema.


Visão do sistema educacional brasileiro: escola, universidade e mercado de trabalho, mostrando evasão e mudança de área


Na prática, o vestibular é o principal filtro do sistema educacional, o que mais influencia o futuro dos alunos.





Curso Conteúdos Saiba Mais