Curso Conteúdos Saiba Mais


Índice

Capítulo 3 – Escola e o vestibular


Sistemas complexos


Sistemas complexos podem ser definidos como sistemas onde os resultados produzidos por eles não podem ser entendidos olhando isoladamente pra cada parte do sistema, a interação entre as partes tende a explicar muito melhor os resultados.

Um dos motivos do sistema educacional ser um sistema complexo é que você não consegue entender exatamente o que vai acontecer com um aluno olhando só pro aluno ou só pra escola, a interação entre o aluno e a escola explica melhor resultados.

Uma outra coisa que pode acontecer em sistemas complexos, especialmente os que envolvem pessoas, é a relação entre causa e efeito não ser imediatamente visível. A forma que alguns remédios atuam é um bom exemplo disso. Quando você está com dor de cabeça e toma uma aspirina, você sabe que vai ter que esperar algumas horas até ela fazer efeito. Você não vai ficar melhor logo depois de engolir o remédio, você precisa ter paciência pra esperar ele se dissolver no sistema digestório, circular no sangue e ser absorvido pelas células. A causa (tomar o remédio) e o efeito (se sentir melhor) estão separados por um intervalo de tempo. Já um exemplo onde isso não acontece é quando você tropeça na calçada (causa) e imediatamente sente o seu dedo doendo (efeito).

A existência de um intervalo de tempo entre causa e efeito é um dos motivos de em sistema complexos, como o educacional, ser difícil de entender e perceber as consequências de algumas ações ou da ausência delas. Como o efeito demora um tempo pra aparecer, fica prejudicada a nossa habilidade de entender a relação entre causa e efeito, dificultando ver como o que estamos fazendo hoje vai influenciar nosso futuro.

É muito mais fácil de perceber e aprender sobre o que aconteceu quando conseguimos rapidamente ver as consequências das nossas ações. Mas quanto mais demoradas as consequências, mais difícil é aprender como alcançar nossos objetivos no futuro.





Curso Conteúdos Saiba Mais