Curso Conteúdos Saiba Mais


Índice

Capítulo 3 – Escola e o vestibular


O vestibular se aproxima


Ao longo da escola os alunos passam anos tendo o incentivo de curto de prazo de estudar pras provas. Quando o final da escola se aproxima, surgem duas novidades: o vestibular e a escolha de carreira.

O vestibular segue o mesmo tipo de incentivo de curto prazo de estudar pras provas. É uma prova com vários conteúdos, mas a mentalidade segue a mesma linha do resto da escola. Infelizmente, a chegada do vestibular não modifica nem a estrutura, nem o conteúdo que vem sendo ensinado. A base nacional curricular comum (BNCC) tem o objetivo de melhorar essa situação no Ensino Médio, mas até ela ser implementada (previsão até 2022), a gente não tem como saber o efeito dessas mudanças.

Já pensar no futuro pra escolher uma carreira tem uma natureza totalmente diferente do conteúdo da escola, no final do livro vou falar mais sobre isso.

Na prática, no final da escola têm 3 forças atuando sobre os alunos:

   - incentivo de curto prazo pra estudar pras provas da escola.

   - incentivo de curto prazo pra estudar pro vestibular.

   - incentivo de longo prazo pra escolher uma carreira.

Daí começa a ficar mais fácil perceber porque os alunos tendem a não se dedicar à escolha da carreira: os incentivos de curto prazo criam um campo de força muito forte que concentra a atenção dos alunos nas provas e no vestibular. Com isso, muitos alunos não percebem os perigos de não olhar agora pros interesses de longo prazo. Como os efeitos de longo prazo só são percebidos daqui a muito tempo, fica difícil pros alunos entenderem que é preciso agir no presente pra realizar os sonhos do futuro, mesmo sem conseguir ver os resultados no presente.

O erro fundamental é acreditar que só agir pra atender o objetivo de curto prazo vai ser suficiente pra alcançar os objetivos de longo prazo.

A crença de que SÓ estudar pras provas e pro vestibular vai te ajudar a construir sua carreira é equivocada. Repara o SÓ na frase anterior, ele é que faz toda a diferença no raciocínio. Estudar é uma PARTE do que precisa ser feito pra construir sua carreira (além de ser importante no curto prazo). O problema é acreditar que estudar é TUDO que você precisa fazer pra construir uma carreira que faça sentido pra você.

Nessa hora alguém pode então pensar que a solução pra esse problema é focar totalmente no futuro, mas isso também não é a melhor estratégia. Primeiro, porque as demandas de curto prazo precisam ser resolvidas, você precisa estudar agora. Segundo, porque pensar no futuro tem seus desafios próprios.





Curso Conteúdos Saiba Mais